Domingo, 5 de Setembro de 2010

Portugal em Macau (ainda)

Portugal ainda está em Macau. Vamos ler:

Macau conquista turismo cultural com pastéis de nata, bifanas e folclore

por Agência Lusa, Publicado em 04 de Setembro de 2010  |  Actualizado há 16 horas

Muitos curiosos faziam hoje fila na torre Taipé 101, em Taiwan, para provarem um pastel de nata ou uma bifana, paladares lusos que Macau continua a promover como parte integrante do seu património para atrair mais visitantes.

 

“Sentir Macau” é a proposta que os Serviços de Turismo da Região Administrativa Especial da China lançam aos residentes de Taiwan até 10 de setembro e sem precisarem de sair da ilha.

 

Um “cheirinho” e “sabor” do território administrado pelos portugueses durante mais de quatro séculos são oferecidos em Taipé para aguçar o paladar dos taiwaneses e desafiá-los a passarem uns dias em Macau para descobrirem, mais do que casinos, o património do território.

 

A herança dos portugueses, que distingue Macau na China e na Ásia, continua a ser uma “arma” importante para a região se afirmar como destino turístico cultural.

 

“Macau oferece novas surpresas aos visitantes, mas o seu património é ainda a alma da cidade e a mistura das culturas ocidental e oriental o principal elemento do nosso produto turístico”, defendeu o diretor dos Serviços de Turismo da região, João Manuel Costa Antunes, na inauguração de uma exposição de pintura, em Taipé, sobre o património da região classificado pela UNESCO, em 2005.

 

A “Semana Cultural de Macau” em Taipé, que resulta de um investimento de 118 mil euros, procura “dar a conhecer novos produtos turísticos, abrir o mercado às famílias, procurando-se atrair um novo nicho de visitantes”, sustentou o responsável.

 

Com apenas cerca de meio milhão de habitantes, Macau acolheu 21 milhões de turistas em 2009, dos quais 1,3 milhões eram de Taiwan, o terceiro principal mercado turístico da região.

 

Mas se muitos procuram Macau pelos casinos, o executivo local pretende ir mais além e atrair os turistas a pernoitarem mais tempo na cidade, desafiando-os a descobrir o “lado B” da capital mundial do jogo, sem néons e onde o único prémio é a descoberta da identidade e especificidade multicultural da região.

 

“Neste momento um terço dos visitantes de Taiwan é composto por senhoras. Hoje, as chamadas “office ladies” viajam cada vez mais em conjunto e poderão determinar Macau como um destino agradável. É também um novo mercado que pretendemos captar”, sublinhou Costa Antunes em declarações aos jornalistas.

 

Vários locais de Taipé acolhem exposições de artistas de Macau, espetáculos culturais e exibição de obras cinematográficas locais, como a torre Taipé 101. Ali, sob um cenário de casas coloniais de estilo português, os taiwaneses tinham direito a um pastel de nata ou uma bifana com uma regra simples: proferir uma frase a elogiar a gastronomia de Macau.


“A comida de Macau cheira tão bem e sabe ainda melhor”, diziam os muitos taiwaneses, com mais ou menos entusiasmo, que tiveram a paciência, quase “de chinês”, de enfrentar uma fila até poderem finalmente dar uma dentada na famosa “tarte de ovo”, como é conhecido o pastel de nata em Macau, enquanto apreciavam um espetáculo de folclore português.

 

Fonte: http://www.ionline.pt/conteudo/76802-macau-conquista-turismo-cultural-com-pasteis-nata-bifanas-e-folclore-

Sentimo-nos: lusófonos
Música: chinesa macaense
Publicado por AG às 12:17
Ligação da entrada | Comentem | Adicionem aos favoritos
|  O que é? | Partilhári

.Hora solar de Olivença

.Procurem neste blógui

 

.Que horas são?

Hora oficial:

.Contadôri


contador de visitas

.Entradas recentes

. Cristina Branco

. Prémio "Mais Alentejo" 20...

. Defesa das portas (setemb...

. Um cadinho de fado (Joana...

. Ruas bilingues (mais imag...

. Os Acetre em Olivença pel...

. Ribeiro e Castro e Oliven...

. Nasce "Conexión Lusófona"...

. Portugal ganhou o Euro de...

. Mais sobre o dia de Portu...

.Arquivos

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

.Palavras-chave

. todas as tags

.Ligações

.Dicionário galego-português

Pesquisa no e-Estraviz

.Dezembro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
blogs SAPO

.Participem

. Participem neste blógui

.Contadôri

.subscrever feeds