Quarta-feira, 24 de Dezembro de 2008

BOM NATAL

Palavras-chave: , ,
Publicado por AG às 11:18
Ligação da entrada | Comentem | Adicionem aos favoritos
|  O que é? | Partilhári
Comentário(s):
De olivencalivre a 1 de Janeiro de 2009 às 15:41
BLOGUE "NOVA ÁGUIA", 01 de Janeiro de 2009
Data: Thu, 01 Jan 2009 15:31:20 +0000 [15:31:20 WET]
De: carlosluna@iol.pt Adicionar
VIVA A LUSOFONIA!

NOVIDADE !UM PROBLEMA LUSÓFONO FALADO NO CONSELHO DA EUROPA!!!

O Conselho da Europa, através do seu Comité de "Especialistas", referiu, em
Estrasburgo, no dia 11 de Dezembro de 2008, e pela primeira vez, a situação da Língua
Portuguesa em Olivença e Táliga. O Comité começa por declarar que recebeu,
principalmente, por parte da Associação (oliventina) Além-Guadiana, informações pouco
satisfatórias sobre a situação actual do Português na região. Acentua ser do seu
conhecimento ser a Língua Lusa o idioma da região desde o Século XIII, e que não lhe
parece correcto que o Português seja ensinado no território dos dois Concelhos, no que só
pode ser interpretado como um apelo, no mínimo, a uma situação de co-oficialidade das
línguas castelhana e portuguesa.
É a primeira vez que o Comité do Conselho da Europa se pronuncia sobre este problema.
E, mais, faz um apelo no sentido de as autoridades (espanholas) esclarecerem a questão
(da negligência da língua autóctone, o Português), colaborando com a já referida
associação oliventina (Além-Guadiana), para que a situação se modifique. e isto sem que
se aborde nada sobre eventuais discussões de soberania, o que, à partida, evita divisões
opinativas desnecessárias. Aliás, este Comité não se "mete", digamos assim, em tal tipo
de problemáticas.
É com alguma espectativa que se aguardam reacções de alguns intelectuais, órgãos de
informação, e, por que não, entidades estatais portugueses, perante esta chamada de
atenção (digamos assim) para este problema que respeita a toda a Lusofonia (tão defendida
em diacursos oficiais e politicamente correctos), provinda de uma Instituição europeia e
supra-estatatal.
Parabéns à Cultura Portuguesa de Olivença!
Estremoz, 16 de Dezembro de 2008
Carlos Eduardo da Cruz Luna----- Email de novaaguia@gmail.com ---------
De olivencalivre a 3 de Janeiro de 2009 às 14:32
(UM BOM COMEÇO DE ANO !!!)
UM SONETO E UMA NOTÍCIA
Data: Sat, 03 Jan 2009 14:28:32 +0000 [14:28:32 WET]
De: carlosluna@iol.pt Adicionar carlosluna@iol.pt aos meus Contactos

"Jornal de Notícias" (o mais lida em Portugal, em disputa com o "Correio da Manhã), 03 de
Janeiro de 2008)
TÁLIGA(*), VILA ENCANTADA

Táliga, pequena Vila encantada,
outrora Terra Portuguesa,
de Olivença foi separada
p´ra realçar sua beleza!

Sua História foi atribulada,
tanto, que nem há certeza
de onde ficaria situada
a sua templária fortaleza!

Tem antiga traça alentejana,
uma Santa de bela talha,
uma pequena ponte veterana...

Em Táliga, a gente raiana
sempre ostentou como medalha
a sua liberdade soberana!

Carlos Luna
ESTREMOZ


Rev. "NOTÍCIAS DE SÁBADO", supl. grat. Diário de Notícias e Jornal de Notícias,
03-Janeiro-2009

Revista "NOTÍCIAS DE SÁBADO", 03-Janeiro-2009, suplemento gratuito dos jornais Diário de
Notícias" e "Jornal de Notícias" (o que significa que chega a METADE dos consumidores de
jornais portugueses!!!!)
OLIVENÇA
O Conselho da Europa, através do seu Comité de "Especialistas", referiu, em
Estrasburgo, no dia 11 de Dezembro de 2008, e pela primeira vez, a situação da Língua
Portuguesa em Olivença e Táliga. O Comité começa por declarar que recebeu,
principalmente, por parte da Associação (oliventina) Além-Guadiana, informações pouco
satisfatórias sobre a situação actual do Português na região. Acentua ser do seu
conhecimento ser a Língua Lusa o idioma da região desde o Século XIII, e que não lhe
parece correcto que o Português seja ensinado no território dos dois Concelhos, no que só
pode ser interpretado como um apelo, no mínimo, a uma situação de co-oficialidade das
línguas castelhana e portuguesa.
É a primeira vez que o Comité do Conselho da Europa se pronuncia sobre este problema.
E, mais, faz um apelo no sentido de as autoridades (espanholas) esclarecerem a questão
(da negligência da língua autóctone, o Português), colaborando com a já referida
associação oliventina (Além-Guadiana), para que a situação se modifique. e isto sem que
se aborde nada sobre eventuais discussões de soberania, o que, à partida, evita divisões
opinativas desnecessárias. Aliás, este Comité não se "mete", digamos assim, em tal tipo
de problemáticas.
É com alguma espectativa que se aguardam reacções de alguns intelectuais, órgãos de
informação, e, por que não, entidades estatais portugueses, perante esta chamada de
atenção (digamos assim) para este problema que respeita a toda a Lusofonia (tão defendida
em diacursos oficiais e politicamente correctos), provinda de uma Instituição europeia e
supra-estatatal.
Parabéns à Cultura Portuguesa de Olivença!
Estremoz, Carlos Luna


Comentem entrada

.Hora solar de Olivença

.Procurem neste blógui

 

.Que horas são?

Hora oficial:

.Contadôri


contador de visitas

.Entradas recentes

. Mais ruas bilingues em 20...

. Olivença através dos livr...

. Valenciano de Múrcia (201...

. 600 oliventinos portugues...

. Língua asturiana no ensin...

. Catalão e aragonês em Ara...

. Olivença na RTP ("Linha d...

. Cristina Branco

. Prémio "Mais Alentejo" 20...

. Defesa das portas (setemb...

.Arquivos

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

.Palavras-chave

. todas as tags

.Ligações

.Dicionário galego-português

Pesquisa no e-Estraviz

.Abril 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
blogs SAPO

.Participem

. Participem neste blógui

.Contadôri

.subscrever feeds