Quarta-feira, 21 de Maio de 2008

No Portal Galego da Língua

Estamos no PGL (Portal Galego da Língua), da AGÁLi (Associaçom Galega da Língua). Obrigados.

 

Além Guadiana promoverá a cultura portuguesa em Olivença
Quarta, 21 Maio 2008 (6:30)

Nasce pra bem do português oliventino e das tradições portuguesas de Olivença e Táliga

Além Guadiana - Recentemente foi criado em Olivença o “Além Guadiana”, associação sem fins lucrativos que nasce com o objectivo de fomentar a cultura portuguesa em Olivença. A iniciativa partiu de um conjunto de oliventinos consciente da grande riqueza que entesoira o património da sua terra. A cidade das duas culturas, como habitualmente é definida Olivença, constitui um exemplo único na península Ibérica pela sua história (partilhada entre Portugal e Espanha) e um lugar onde convivem e se mesclam com naturalidade elementos de ambas culturas.
[+...]


A iniciativa partiu de um conjunto de oliventinos consciente da grande riqueza que entesoira o património da sua terra. A cidade das duas culturas, como habitualmente é definida Olivença, constitui um exemplo único na península Ibérica pela sua história (partilhada entre Portugal e Espanha) e um lugar onde convivem e se mesclam com naturalidade elementos de ambas culturas.
[+...]

Além Guadiana nasce com a intenção de potencializar esse carácter mestiço, recuperando e fomentando manifestações relacionadas com a língua, tradições orais, a gastronomia, a música, a literatura, etc. As suas actividades principais são: contribuir para a promoção da língua portuguesa em Olivença, realizar acções de sensibilização, valorizar a cultura portuguesa, fomentar o conhecimento e intercâmbio cultural com Portugal e outros países da Lusofonia.

O âmbito de actuação da associação são os concelhos de Olivença (que inclui as aldeias de São Jorge da Lor, São Bento da Contenda, Vila Real, São Domingos de Gusmão, São Rafael e São Francisco) e Táliga. Portugueses até 1801, constituíram o último território a ser incorporado em Espanha. Os dois séculos significaram uma contínua contribuição cultural hispana sobre o substrato luso, dando lugar a uma riquíssima cultura de síntese que aflora nas suas ruas e gentes.

Além Guadiana considera, todavia, que muitos componentes da cultura portuguesa se estão a perder, como no caso da língua, maioritária até os anos cinquenta e hoje em risco de desaparecer. Segundo os sócios, a cultura portuguesa em Olivença constitui um tesoiro que urge conservar.

A denominação Além Guadiana expressa um olhar mútuo dos dois lados do rio, com a cultura como nexo comum. A associação criou um espaço virtual no endereço seguinte:
http://alemguadiana.blogs.sapo.pt ".



[

Voltar

|

0 comentário(s)

] www.agal-gz.org/modules.php


 


 



 

Publicado por AG às 10:20
Ligação da entrada | Comentem | Adicionem aos favoritos
|  O que é? | Partilhári
Comentário(s):
De editou a 22 de Maio de 2008 às 19:25
Aquém e Além Guadiana

atravessar o guadiana sem ponte
é um desafio
Mas o guadiana não é fronteira
guadiana é apenas um rio

Olivença ou Olivenza?, que importa
São cidadãos europeus
que vivem mesmo á nossa porta

falaram português
não falam mais
a culpa é dos politicos
não dos seus pais

foram alentejanos
hoje são estremenhos
para salvar o português
usemos de arte e engenhos

Miguel Roque

Comentem entrada

.Hora solar de Olivença

.Procurem neste blógui

 

.Que horas são?

Hora oficial:

.Contadôri


contador de visitas

.Entradas recentes

. Atividades diversas de 20...

. A língua basca cresce em ...

. A fala (galegoportuguesa)...

. "O rei leão" em asturiano

. "Ruas e aldeias de Oliven...

. Ruas bilingues em Táliga?

. Nacionalidades também em ...

. Mirandês na escola (2017)

. Olivença e a Raia na TVE ...

. Limpeza da ermida de Noss...

.Arquivos

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

.Palavras-chave

. todas as tags

.Ligações

.Dicionário galego-português

Pesquisa no e-Estraviz

.Dezembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
blogs SAPO

.Participem

. Participem neste blógui

.Contadôri

.subscrever feeds