Sábado, 16 de Setembro de 2017

Olivença e a Raia na TVE (12.IX.2017)

Juromenha, Elvas, o Guadiana, Olivença... a Raia.

 

 

Publicado por AG às 17:07
Ligação da entrada | Comentem | Vejam comentário(s) (2) | Adicionem aos favoritos
|  O que é? | Partilhári
Domingo, 22 de Maio de 2016

Pernil no forno de Santa Eulália (Elvas) no "Hoy"

 El codillo de Santa Eulália

Codillo o pernil no forno, con salsa y patatas fritas, servido el pasado sábado en el restaurante Juvenil de Santa Eulália. :: E.R.

En la casa de comidas Juvenil de esta fregresía de Elvas sirven platos suculentos y baratos

J. R. Alonso de la Torre
@JRAdelatorre
elvas

14 febrero 201501:34

100

Hace un par de semanas, una lectora de Badajoz me envió un mensaje privado por Facebook pidiéndome que le recomendara algunos restaurantes y taperías de Cáceres. Quería sorprender a su marido en su 60 cumpleaños. Debió de conseguirlo porque, a la vuelta, tras agradecerme las recomendaciones, correspondió desvelándome uno de sus restaurantes portugueses secretos: cierta casa de comidas, cercana a la frontera, de precio irrisorio y cocina rotunda. Me habló, en fin, del restaurante rayano donde, en su opinión, ponen el mejor codillo de cerdo.

 

 

Publicado por AG às 08:56
Ligação da entrada | Comentem | Adicionem aos favoritos
|  O que é? | Partilhári
Sábado, 12 de Março de 2016

Reconstrução virtual da ponte da Ajuda

Reconstrução virtual da ponte de Nossa Senhora da Ajuda:

 https://www.youtube.com/watch?v=TnBuJ1PM2TA

 

 

Publicado por AG às 08:51
Ligação da entrada | Comentem | Adicionem aos favoritos
|  O que é? | Partilhári
Terça-feira, 17 de Junho de 2014

"Viagem pela Raia" (Público 15.VI.2014)

Viagem pela raia

(Texto) e (Fotografia)

 

Com o fim da fronteira entre Portugal e Espanha, esfumaram-se guardas, despachantes, funcionários de casas de câmbio e suas famílias. As escolas perderam alunos; os comércios, fregueses; os centros de saúde, utentes. Desapareceu o contrabando e a candonga. Houve quem alertasse para o risco de ver “uma linha de vida transformar-se numa faixa desertada”. Será tudo culpa de Schengen? O que é a fronteira agora?

 

 

Sentimo-nos: raianos
Música: raiana
Publicado por AG às 09:56
Ligação da entrada | Comentem | Adicionem aos favoritos
|  O que é? | Partilhári
Sábado, 31 de Maio de 2014

González Carrillo na Feira Ibérica do Livro (em Elvas, 31.V.2014)

Sentimo-nos: ibéricos
Música: ibérica
Publicado por AG às 10:05
Ligação da entrada | Comentem | Vejam comentário(s) (1) | Adicionem aos favoritos
|  O que é? | Partilhári
Domingo, 4 de Agosto de 2013

Português oliventino, vivo no Alentejo (em 2013)

Hoje, no Alentejo, ouve-se o português alentejano (coisa lógica). Mas acontece que podemos verificar formas e modos do português alentejano oliventino (que está a desaparecer) em locais como Campo Maior, Elvas, etc. No Alentejo.

Ó Elvas ó Elvas (Paco Bandeira), numa atuação em Campo Maior para a RTP.

Por exemplo, a palavra leque (que vem do chinês), que no Alentejo e em Olivença é lecre ou lêcri, a expressão moderna "estar desapartado" ('estar separado'), abalar, abalare, ou abalári ('ir embora'), etc.

 

Eu nasci no Alentejo,
À beira do Guadiana.
Sinto orgulho quando vejo
A paisagem alentejana!

Sentimo-nos: alentejanos
Música: alentejana
Publicado por AG às 10:51
Ligação da entrada | Comentem | Vejam comentário(s) (1) | Adicionem aos favoritos
|  O que é? | Partilhári
Terça-feira, 4 de Setembro de 2012

Entrevistas a González Carrillo ("Quando já não estivermos")

Duas entrevistas a José Antonio González Carrillo:

 

Cuando ya no estemos'

Esencia oliventina en un libro

José Antonio González Carrillo recorre el universo de las obras de arte y los sucesos desconocidos de la localidad
04.09.12 - 00:07-
El oliventino José Antonio González Carrillo cuenta con una nueva publicación. Su sexto libro, 'Cuando ya no estemos', narra el devenir de las obras de arte, las tradiciones, los sucesos y los valores arquitectónicos más íntimos y desconocidos de Olivenza y su contexto histórico a través de los siglos.
 
Sentimo-nos: entrevistados
Música: oliventina
Publicado por AG às 14:43
Ligação da entrada | Comentem | Vejam comentário(s) (1) | Adicionem aos favoritos
|  O que é? | Partilhári
Segunda-feira, 12 de Março de 2012

Intercâmbio escolar em Elvas com Olivença (13.III.2012)

INTERCÂMBIO ESCOLAR


Escola E.B. 2,3 Nº1 de Elvas

Colégio Francisco López de Olivenza

 

PROGRAMA

13 de março de 2012

 

1ª Parte

Receção aos alunos de Olivença: 9h30min


Sentimo-nos: irmãos
Música: irmã
Publicado por AG às 15:48
Ligação da entrada | Comentem | Adicionem aos favoritos
|  O que é? | Partilhári
Terça-feira, 29 de Junho de 2010

Irmãos ibéricos, futebol, Elvas, Badajoz...

FÚTBOL

Sólo los separa el fútbol

29.06.10 - 00:20 -

En Badajoz se agotan las banderas de Portugal y en Elvas abundan las insignias españolas
Decía José Saramago que España y Portugal son como dos hermanas siamesas pegadas por la espalda. Lamentaba que ambos países nunca se hubieran mirado frente a frente para encontrar los muchos puntos en común que veía el escritor portugués a ambos lados de la frontera.

Publicado por AG às 18:36
Ligação da entrada | Comentem | Adicionem aos favoritos
|  O que é? | Partilhári
Quarta-feira, 14 de Outubro de 2009

O forte do Pessegueiro (Sines) num livro

Un ingeniero oliventino en Sines

El fuerte del Pessegueiro

El pasado 23 de septiembre fue presentado en Sines el libro Forte do Pessegueiro, escrito por el historiador António Martins Quaresma.

 

Publicado por AG às 17:43
Ligação da entrada | Comentem | Adicionem aos favoritos
|  O que é? | Partilhári

.Hora solar de Olivença

.Procurem neste blógui

 

.Que horas são?

Hora oficial:

.Contadôri


contador de visitas

.Entradas recentes

. Olivença e a Raia na TVE ...

. Pernil no forno de Santa ...

. Reconstrução virtual da p...

. "Viagem pela Raia" (Públi...

. González Carrillo na Feir...

. Português oliventino, viv...

. Entrevistas a González Ca...

. Intercâmbio escolar em El...

. Irmãos ibéricos, futebol,...

. O forte do Pessegueiro (S...

.Arquivos

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

.Palavras-chave

. todas as tags

.Ligações

.Dicionário galego-português

Pesquisa no e-Estraviz

.Setembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
blogs SAPO

.Participem

. Participem neste blógui

.Contadôri

.subscrever feeds