Sexta-feira, 30 de Janeiro de 2015

Carne de fronte(i)ra (2009)

 

 

Publicado por AG às 14:17
Ligação da entrada | Comentem | Adicionem aos favoritos
|  O que é? | Partilhári
Sábado, 31 de Maio de 2014

Português oliventino na imprensa brasileira (30.V.2014)

Texto com alguns erros graves de língua e de informação:

 

30/05/2014 17h03

Dialeto do português resiste ao tempo em pequena cidade da Espanha

 

Cerca de mil pessoas, na maioria idosas, falam atualmente o português oliventino, um dialeto do idioma lusitano que se manteve preservado em Olivenza (Badajoz, Espanha) e em algumas de suas aldeias.

 

http://info.abril.com.br/images/materias/2014/05/thumbs/thumb-170531-portugues-resized.jpg

Sentimo-nos: portugueses oliventinos
Música: portuguesa oliventina
Publicado por AG às 09:52
Ligação da entrada | Comentem | Vejam comentário(s) (1) | Adicionem aos favoritos
|  O que é? | Partilhári
Quinta-feira, 22 de Maio de 2014

Apresentação de compilação do português oliventino (30.V.2014)

No museu, às 18.30 horas!

MUITO FRÁGIL

Objetivo, salvaguardar o português em Olivença

 

Na próxima sexta-feira, 30 de maio pelas 18:30 horas, celebrar-se-á, no pátio do Museu Etnográfico Francisco González Santana, em Olivença, a apresentação de um Estudo Compilatório do Português Oliventino. Este trabalho foi promovido por a Câmara Municipal de Olivença em cooperação com a Associação Cultural Além Guadiana, contando com a colaboração da Universidade da Estremadura e o financiamento da Iniciativa Comunitária POCTEP, no quadro do projeto “Por terras raianas”.

Sentimo-nos: compilatórios
Música: compilatória
Publicado por AG às 11:26
Ligação da entrada | Comentem | Vejam comentário(s) (3) | Adicionem aos favoritos
|  O que é? | Partilhári
Sexta-feira, 20 de Dezembro de 2013

O português alentejano oliventino na iberolingua.com

http://www.iberolingua.com/pagines/pais_plurilingue/PP_pt_olivenca.htm

 

La llengua gallega i portuguesa

Les varietats geogràfiques galaicoportugueses

El portugués oliventí

 

Se sol anomenar portugués oliventí, al portugués característic de la vila d'Olivença i les pedanies del seu camp. Es tracta d'un portugués que presenta una sèrie de peculiaritats lingüístiques molt semblants als de la varietat alentejana: l'absència del diftong ei (inclús quan va seguit d'una altra vocal), que es pronuncia [e]; i la paragoge en paraules acabades en –l o -r, quan la síl·laba és tònica i seguida de pausa o d'una altra síl·laba tònica, [portu'gali] Portugal, São Jorge da ['lori] (Lor), [Ru'rali] rural, ['bila-Re'ali] Vila Real, [Retangu'lari] retangular, [ko'meri] comer, [ehpa'ɲoli] espanhol,... però que no es produïx quan no es donen estos casos [ko'meḥ-de'pojh] comer depois...; però a banda, presenta un superstrat del castellà estremeny i de l'espanyol estàndard, que el caracteritzen front a la resta dels parlars alentejans.

 

Sentimo-nos: iberolingues
Música: iberolinguística
Publicado por AG às 19:27
Ligação da entrada | Comentem | Adicionem aos favoritos
|  O que é? | Partilhári
Segunda-feira, 23 de Setembro de 2013

O português oliventino, na TVE (24.IX.2013)

O português oliventino, na voz de Servando Rodríguez, vai estar presente no programa "Para todos", de La 2 (TVE), amanhã (12.00 - 13.45 horas espanholas), na secção do professor José Enrique Gargallo.

http://www.rtve.es/alacarta/videos/para-todos-la-2/para-todos-2-24-09-13/2029251/

(a partir da 1 h 19' 15")

 

 

Sentimo-nos: para todos
Música: para todos
Publicado por AG às 14:23
Ligação da entrada | Comentem | Adicionem aos favoritos
|  O que é? | Partilhári
Domingo, 4 de Agosto de 2013

Português oliventino, vivo no Alentejo (em 2013)

Hoje, no Alentejo, ouve-se o português alentejano (coisa lógica). Mas acontece que podemos verificar formas e modos do português alentejano oliventino (que está a desaparecer) em locais como Campo Maior, Elvas, etc. No Alentejo.

Ó Elvas ó Elvas (Paco Bandeira), numa atuação em Campo Maior para a RTP.

Por exemplo, a palavra leque (que vem do chinês), que no Alentejo e em Olivença é lecre ou lêcri, a expressão moderna "estar desapartado" ('estar separado'), abalar, abalare, ou abalári ('ir embora'), etc.

 

Eu nasci no Alentejo,
À beira do Guadiana.
Sinto orgulho quando vejo
A paisagem alentejana!

Sentimo-nos: alentejanos
Música: alentejana
Publicado por AG às 10:51
Ligação da entrada | Comentem | Vejam comentário(s) (1) | Adicionem aos favoritos
|  O que é? | Partilhári
Quinta-feira, 20 de Junho de 2013

Dia de Portugal em Olivença (reportagem do Canal Extremadura TV) 15.VI.2013

Dia de Portugal em Olivença (na Estremadura espanhola) no Canal Extremadura TV:

A partir do minuto 8:15:

http://www.canalextremadura.es/alacarta/tv/videos/dossier-informativo-150613

NOTA: Em Olivença não se fala "portunhol",

Sentimo-nos: raianos
Música: raiana
Publicado por AG às 14:10
Ligação da entrada | Comentem | Vejam comentário(s) (1) | Adicionem aos favoritos
|  O que é? | Partilhári
Sábado, 27 de Abril de 2013

O português oliventino (mais uma vez), na Universidade de Barcelona

POESIA A LA FRONTERA. Segona trobada iberoromànica

 

POESIA A LA FRONTERA

Segona trobada iberoromànica

 

Sala de Professors de la Facultat de Filologia
(5è pis de l’Edifici Josep Carner)

Universitat de Barcelona

27 de maig de 2013

 

Després de la celebració de la Trobada iberoromànica de poesia del 14 de maig de 2012 a la Universitat de Barcelona, que va aplegar quatre poetes —en representació de català, castellà, gallec i portuguès— a l’entorn del temps (cronològic, meteorològic) i a la terra (l’entorn vital), proposem novament a la UB, el dia 27 de maig de 2013, una Segona trobada iberoromànica, que ha de reunir en aquesta ocasió quatre ponents al voltant del lema Poesia a la frontera:


1) Dos poetes, representants de les dues grans fronteres romàniques peninsulars, a llevant i a ponent: Hèctor Moret, de Mequinensa, i Servando Rodríguez, d’Olivença, cadascun dels quals oferirà un parell de mostres de la seva obra poètica, dels seus respectius móns de frontera:

 

Sentimo-nos: românicos
Música: românica
Publicado por AG às 10:26
Ligação da entrada | Comentem | Adicionem aos favoritos
|  O que é? | Partilhári
Domingo, 28 de Outubro de 2012

Conselho da Europa: mais proteção para as línguas

Bereber, leonés o asturiano

El Consejo de Europa pide a España más gasto en lenguas minoritarias

El organismo se preocupa del portugués en Olivenza, el galaico-extremeño, el bereber en Melilla o la promoción del leonés y el asturiano.

Macarena Lora /Bruselas2012-10-25
Sentimo-nos: desprotegidos
Música: desprotegida
Publicado por AG às 17:48
Ligação da entrada | Comentem | Adicionem aos favoritos
|  O que é? | Partilhári
Quinta-feira, 26 de Julho de 2012

Duas entrevistas sobre o português oliventino

MAIS ENTREVISTAS AO NOSSO PRESIDENTE NO CANAL EXTREMADURA RADIO:
no dia 25 de julho de 2012, no programa "EL SOL SALE POR EL OESTE": http://www.canalextremadura.es/alacarta/radio/audios/el-sol-sale-por-el-oeste-2h-250712
(a partir dos 39 minutos) e no domingo 29, no programa "LUSITANIA EXPRESS"
(das 11.05 ao meio-dia espanhol):
Sentimo-nos: entrevistados
Música: portuguesa oliventina
Publicado por AG às 08:56
Ligação da entrada | Comentem | Adicionem aos favoritos
|  O que é? | Partilhári

.Hora solar de Olivença

.Procurem neste blógui

 

.Que horas são?

Hora oficial:

.Contadôri


contador de visitas

.Entradas recentes

. Carne de fronte(i)ra (200...

. Português oliventino na i...

. Apresentação de compilaçã...

. O português alentejano ol...

. O português oliventino, n...

. Português oliventino, viv...

. Dia de Portugal em Oliven...

. O português oliventino (m...

. Conselho da Europa: mais ...

. Duas entrevistas sobre o ...

.Arquivos

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

.Palavras-chave

. todas as tags

.Ligações

.Dicionário galego-português

Pesquisa no e-Estraviz

.Dezembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
blogs SAPO

.Participem

. Participem neste blógui

.Contadôri

.subscrever feeds