Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

ALÉM GUADIANA

Associação Além Guadiana (língua e cultura portuguesas em Olivença): Antigo Terreiro de Santo António, 13. E-06100 OLIVENÇA (Badajoz) / alemguadiana@hotmail.com / alemguadiana.com

ALÉM GUADIANA

Associação Além Guadiana (língua e cultura portuguesas em Olivença): Antigo Terreiro de Santo António, 13. E-06100 OLIVENÇA (Badajoz) / alemguadiana@hotmail.com / alemguadiana.com

Contadôri

Flag Counter

Barca do Guadiana no museu de Olivença

AG, 03.03.11

Uma barca do Guadiana é a "peça do mês" do Museu Etnográfico "González Santana", de Olivença:

http://www.museodeolivenza.com/piezames_archivos/image005.jpg

 

A barca, "construída em Cheles e usada por um morador de Vila Real" (como diz o museu), era do meu avô, pescador, filho, sobrinho e pai de pescadores. Do Guadiana (entre Cheles e Badajoz...). Nascera num lugar à beira do rio, na Barca do Guadiana. Conhecia o rio (quando era um rio) como os peixes desse rio. Pescou ainda com quase (ou sem o quase) 90 anos. E no inverno, fora e dentro do rio. O rio...

 

E o meu pai é talvez o último pescador tradicional desse troço do Guadiana; do lado oliventino.

 

Com eles conheci o trasmalho, a tarrafa, soube distinguir alguns dos peixes do rio... Conheci algumas ilhas (como a Ilha) do rio, já inexistentes, comi iguarias que [quase] não se encontram... Mas não fui pescador.

 

Hoje, o rio já não é rio nessa altura. Infelizmente. É pena.

 

Eu nunca mais fui ao rio, que já não é o rio. Nunca vi a barragem olhando desse lado vila-realense. Nem quero.

 

Obrigado, museu.

 

Obrigado, avô. Obrigado, pai.

 

Manuel Sánchez

 

Mais informação:

 

 

3 comentários

Comentar post