Quarta-feira, 14 de Março de 2018

DEZ ANOS DO ALÉM GUADIANA (14.III.2008-2018)

 ALÉM GUADIANA

 

 

ALÉM

 ALÉM

GUADIANA

E ALÉM

Além Guadiana celebra 10 años con la cultura oliventina

Logotipo de 'Alem Guadiana'.
Logotipo de 'Alem Guadiana'. / CEDIDA
  • Este lunes, 19 de marzo, el colectivo cultural dará una rueda de prensa a partir de las 11.30 horas, en Casa Maíla, donde dará a conocer las actividades enmarcadas en el décimo aniversario de su fundación

  •  

La asociación cultural 'Além Guadiana' celebra esta primavera su décimo aniversario. Creada en marzo de 2008, surge de la sensibilidad de un colectivo de personas preocupadas por el proceso de desaparición de una parte del rico legado material e inmaterial que atesoran los municipios de Olivenza y Táliga, de pasado compartido por Portugal y España. Según informa el colectivo, sus objetivos son «la valorización de la herencia portuguesa y la aproximación a la Lusofonía, convirtiendo a Olivenza en punto de encuentro de dos culturas».

Entre las actividades que han llevado a cabo en esta década están las de promoción del portugués, como la celebración de diversas jornadas, recopilaciones sonoras de los hablantes del portugués oliventino y su solicitud de declaración como Bien de Interés Cultural, o la creación de una Comisión Educativa con el ayuntamiento y centros educativos para fomentar la lengua de Camões. A ello se suman iniciativas como la presentación de propuestas de desarrollo cultural ante los representantes institucionales o las 'Lusofonias', espacio cultural dedicado al mundo lusófono, donde Brasil, Cabo Verde y Mozambique han estado presentes a través de la música, el teatro, la gastronomía y el arte.

Para la asociación, «es una satisfacción comprobar cómo Olivenza ha tomado conciencia de sus raíces culturales y también del potencial de la cultura como motor socioeconómico». Entre sus recuerdos más gratos se cita la materialización de la doble toponimia en sus calles, la cooperación forjada con colectivos portugueses o la consecución de las dos nacionalidades para numerosos oliventinos y descendientes. Toda esta trayectoria ha sido recientemente reconocida con la concesión en Estoril del premio 'Mais Alentejo' por su labor de promoción de las raíces alentejanas.

Para la conmemoración del 10º aniversario, 'Além Guadiana' ha organizado una exposición con 10 imágenes alegóricas sobre sus actividades, situadas en distintos lugares de Olivenza, como escuelas, establecimientos hosteleros y edificios institucionales. La exposición se trasladará también a Lisboa y estará acompañada de una presentación sobre su trayectoria el próximo 9 de abril. Con la retrospectiva del décimo aniversario, la asociación proyecta nuevas

iniciativas para la promoción de la biculturalidad en Olivenza, un rasgo transversal en todas sus facetas, y que Além Guadiana contempla como una labor coral de sus instituciones, empresas y ciudadanía.

http://olivenza.hoy.es/noticias/201803/19/alem-guadiana-celebra-anos-20180319031842.html

 

Publicado por AG às 18:10
Ligação da entrada | Comentem | Adicionem aos favoritos
Partilhári
Comentário(s):
De Carlos Eduardo da Cruz Luna a 16 de Março de 2018 às 19:49
DIÁRIO DO SUL, 16-MARÇO-2018, pág. 04, 10.º ANIVERSÁRIO DA ALÉM GUADIANA

ALÉM GUADIANA, 10 ANOS COM A CULTURA OLIVENTINA



A associação cultural Além Guadiana celebra nesta primavera o seu décimo aniversário. Criada em [14] de março de 2018, surge da sensibilidade de um coletivo de pessoas preocupadas com o processo de desaparição de uma parte do rico legado material e imaterial que entesouram os concelhos de Olivença e Táliga, de passado partilhado por Portugal e Espanha. Os seus objetivos são a valorização da herança portuguesa e a aproximação da Lusofonia, convertendo Olivença em ponto de encontro de duas culturas.

Olhando para trás, é longa a pegada das atividades realizadas. Entre outras, as de promoção do português, como a celebração de diversas jornadas, recolhas sonoras dos falantes do português oliventino e a sua solicitude de declaração como Bem de Interesse Cultural, ou a criação de uma Comissão Educativa com a câmara municipal e centros educativos para fomentar a língua de Camões. A isto são acrescentadas iniciativas como a apresentação de propostas de desenvolvimento cultural perante os representantes institucionais ou as "Lusofonias", espaço cultural dedicado ao mundo lusófono, onde o Brasil, o Cabo Verde e Moçambique estiveram presentes através da música, o teatro, a gastronomia e a arte.

É com satisfação que a associação verifica como Olivença tomou consciência das suas raízes culturais e mesmo do potencial da cultura como motor socioeconómico. Entre as suas lembranças mais gratas mencionam-se a materialização da dupla toponímia nas ruas, a cooperação forjada com conjuntos portugueses ou a consecução das duas nacionalidades para numerosos oliventinos e descendentes. Toda esta trajetória foi recentemente reconhecida com a concessão no Estoril do prémio "Mais Alentejo" pelo seu labor de promoção das raízes alentejanas.

Para a comemoração do 10.º aniversário, Além Guadiana organizou uma exposição com 10 imagens aqlegóricas sobre as suas atividades, situadas em diversos locais de Olivença, como escolas, estabelecimentos hoteleiros e edifícios institucionais. A exposição será deslocada para Lisboa e será acompanhada de uma apresentação sobre a sua trajetória no próximo 9 de abril [2018].

Com a retrospetiva do décimo aniversário, a associação projeta novas iniciativas para a promoção da biculturalidade em Olivença, um traço transversal em todas as suas facetas, e que Além Guadiana contempla como um labor coral das suas instituições, empresas e cidadania.

Comentem entrada

.Hora solar de Olivença

.Procurem neste blógui

 

.Que horas são?

Hora oficial:

.Contadôri

Flag Counter

.Entradas recentes

. "Te entiendo" (18 V 2018)

. 25 IV 1974 - 2018

. Celebração em Lisboa do d...

. Judeu-espanhol (ainda, em...

. Olivença na "Visita guiad...

. Exposição dos dez anos do...

. DEZ ANOS DO ALÉM GUADIANA...

. Ruas bilingues em Táliga ...

. 10 ANOS (2008-2018)

. Mais nacionalidades (2018...

povos e comunidades
contador de visitas html

.Arquivos

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

.Palavras-chave

. todas as tags

.Ligações

.Dicionário galego-português

Pesquisa no e-Estraviz

.Maio 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
blogs SAPO

.Participem

. Participem neste blógui

.Contadôri

povos e comunidades
contador de visitas html

.subscrever feeds