Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

ALÉM GUADIANA

Associação Além Guadiana (língua e cultura portuguesas em Olivença): Antigo Terreiro de Santo António, 13. E-06100 OLIVENÇA (Badajoz) / alemguadiana@hotmail.com / alemguadiana.com

ALÉM GUADIANA

Associação Além Guadiana (língua e cultura portuguesas em Olivença): Antigo Terreiro de Santo António, 13. E-06100 OLIVENÇA (Badajoz) / alemguadiana@hotmail.com / alemguadiana.com

Contadôri

Flag Counter

Nacionalidade portuguesa e apelidos espanholizados

AG, 16.01.15

Já sabemos que há muitos apelidos de oliventinos que foram espanholizados, sendo portugueses. Por exemplo, o que sai aqui: Ferreira > Ferrera (talvez também por ser forma assim pronunciada alentejanamente). Mas nestes casos acabam por parecer catalães (Oliveira > Olivera, Pereira > Perera...), quando o que monstram é ser alentejanos.

 Nacionalidade

Olivença: Quase 170 pediram para ser portugueses

Num só ano, 167 pessoas naturais de Olivença pediram nacionalidade portuguesa. Quase metade já possui dupla nacionalidade. A motivação é clara: um papel a dizer que são apenas espanhóis não expressava o suficiente do passado familiar destes oliventinos.

 

http://static.noticiasaominuto.com/stockimages/615x230/naom_54b8c77fc20f7.jpg

País Olivença: Quase 170 pediram para ser portugueses DR 08:18 - 16 de Janeiro de 2015 | Por Notícias Ao Minuto

No papel, a maioria ainda é espanhola. Ou são apenas espanhóis, para sermos mais precisos. Mas o caso está a mudar. Conta o semanário Sol que só em 2014 houve 167 pessoas naturais de Olivença a pedirem nacionalidade portuguesa.

Os números foram avançados pelo Instituto dos Registos e Notariado e dão conta que destes 167 pedidos, há 80 que já tiveram direito ao sim: agora têm dupla nacionalidade. Os restantes 87 ainda esperam uma resposta que esperam que seja positiva.

Conta o mesmo semanário que a Associação Além Guadiana tem sido particularmente interventiva nesta questão, acompanhando e conduzindo este processo que é também uma ligação com a memória familiar de muitos.

O espírito que vigora entre estes oliventinos é o de que são espanhóis mas também portugueses e em muitos casos é mesmo a árvore genealógica que está na origem do apelo. “Soube que o apelido Ferrera era antigamente Ferreira”, explica ao Sol um dos oliventinos que avançou com o pedido.

Numa pequena localidade que ao longo dos séculos esteve sempre na fronteira entre os dois países ibéricos, formalidades que parecem pouco mas muito significam (como é o caso da dupla nacionalidade) vão ajudando a um melhor contacto com o passado.

http://www.noticiasaominuto.com/pais/334628/em-olivenca-ja-quase-170-pediram-para-ser-portugueses

 

MAIS:

Sol (21.I.2015) http://www.sol.pt/noticia/122500

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.